Produzidos em 2018

BRASIL

Estilo: Amburana Wood Aged ABV: 5,9% IBU: 17,1

No Brasil, o diferencial é a diversidade de frutas, flores, madeiras que outros países não têm. Muitas cervejarias já utilizam disso nas suas receitas que são cheias de criatividade. A amburana Wood Aged é a Interpretação da Way Beer para o estilo brasileiro de cerveja que usa ingredientes locais. Esta Ale é feita com uma base de malte produzido no estado do Paraná, utiliza levedura Ale que foi isolada em alambiques de cachaça, leva açúcar de cana e açúcar mascavo na receita. A protagonista é a Amburana, madeira que retrata a tropicalidade brasileira

RÚSSIA

Estilo: Russian Imperial Stout ABV: 12,1% IBU: 70,3

O estilo Russian Imperial Stout tem este nome devido a fama da cerveja feita para o czares russos, especialmente para a família imperial. A cerveja transportada até a Rússia precisou ser mais lupulada e alcoólica para sobreviver a viagem. Assim tornou-se um estilo que hoje é produzido no mundo todo.

A Russian Imperial Stout feita pela Way têm 15% de malte torrado e entre eles uma variação de malte chocolate, cevada torrada, cevada chocolate e cevada não maltada, combinação que dá complexidade aos sabores e aroma da cerveja.

INGLATERRA

Estilo: Extra Special Bitter ABV: 4,6% IBU: 32

Na Inglaterra o consumo de cerveja é altíssimo e é comum beber em pubs. As cervejas são todas Ales, ou seja, cervejas de alta fermentação e costumam ter baixa carbonatação e pouca espuma. O Estilo ESB (Extra Special Bitter) é um clássico inglês. Com aroma típico dos lúpulos ingleses, coloração acobreada, límpida e brilhante e pouco carbonatada. A baixa quantidade de gás forma um colarinho baixo e pouco persistente, como determina a escola inglesa.

way cup alemanha

ALEMANHA

Estilo: Weizenbier ABV: 4,6% IBU: 9,5

A Alemanha é conhecida no mundo inteiro como o país da cerveja. Desde 1516 segue uma legislação que regulamenta a forma de fazer cerveja, a chamada “lei da pureza”. Hoje, Alguns endossam e outros acham a lei antiquada.

A Weizenbier, também chamada de Hefeweizen é um estilo de cerveja feita com malte de trigo, não filtrada com leve aroma de banana e cravo provenientes da fermentação. A Weizenbier têm uma formar especial de ser servida para homogeneizar a levedura sedimentada na garrafa. “Inicialmente servir com uma maior inclinação do copo e menor velocidade para colocar o líquido, no final, agitar a garrafa em movimentos circulares quando restarem 2 dedos da cerveja, para misturar a levedura sedimentada, servir no copo em pé”.

 

A Alemanha é conhecida no mundo inteiro como o país da cerveja. Desde 1516 segue uma legislação que regulamenta a forma de fazer cerveja, a chamada “lei da pureza”. Hoje, Alguns endossam e outros acham a lei antiquada.

A Weizenbier, também chamada de Hefeweizen é um estilo de cerveja feita com malte de trigo, não filtrada com leve aroma de banana e cravo provenientes da fermentação. A Weizenbier têm uma formar especial de ser servida para homogeneizar a levedura sedimentada na garrafa. “Inicialmente servir com uma maior inclinação do copo e menor velocidade para colocar o líquido, no final, agitar a garrafa em movimentos circulares quando restarem 2 dedos da cerveja, para misturar a levedura sedimentada, servir no copo em pé”.

AUSTRALIA

Estilo: Australian Pale Ale ABV: 4,8% IBU: 35

Os Aussies (Como são chamados os nativos australianos) são grandes apreciadores de cerveja. A história conta que James Squire, um criminoso mandado para o novo continente foi a primeira pessoa a conseguir cultivar lúpulos no país. Os lúpulos australianos são hoje um dos mais apreciados em todo o mundo. O estilo Australian Pale Ale têm corpo leve e é produzido com os lúpulos australianos que remetem a frutas tropicais e cítricas.

BÉLGICA

Estilo: Belgian Dubbel ABV: 7,5% IBU: 23

Na bélgica, tudo aquilo que pode agregar sabor ou valor a cerveja é valido e pode ser experimentado, pois a escola é livre. Distintos processos, leveduras e grande variedade de ingredientes como frutas, ervas, temperos não só são permitidos como muito bem-vindos na produção das cervejas belgas.

O nome Dubbel foi criado em um mosteiro trapista. O Principal ingrediente da Belgian Dubbel é a calda de açúcar produzida na Way Beer e que, em conjunto com a levedura específica para este estilo, produz um leve sabor e aroma de cravo, frutas secas e castanhas.

BELO – A Juice IPA do Edu

Estilo: Juicy IPA ABV: 8,1% IBU: 40,0

Para completar, a “Juicy IPA do Edu” segue uma tendência que surgiu nos Estados Unidos e que conquistou os brasileiros. Uma cerveja elaborada com 55% de malte de cevada e 45% de maltes de trigo, aveia e lúpulos Amarillo, Galaxy e Mosaic. A combinação resultou em uma cerveja turva, encorpada e com 8,1% de teor alcoólico.

BERA DO ZÉ – A Stout do Zanuzzo

Estilo: Sweet Stout ABV: 5,9% IBU: 32,1

A “Stout do Zanuzzo” é uma Sweet Stout, uma cerveja Ale escura, doce, encorpada e levemente torrada. Foi produzida com 15% de malte torrado, centeio, aveia e cevada não maltada. Possui baixo amargor de lúpulo e apresenta notas de café, lembrando um cappuccino gelado.

RUBRO NEGRA – A American IPA do Luiz

Estilo: American IPA ABV: 6,6% IBU: 55,0

A “American IPA do Luiz” é uma versão americana do histórico estilo inglês India Pale Ale. Uma cerveja de paladar mais seco, feita com lúpulos Columbus, Citra e Mosaic. A bebida tem 6,6% de teor alcoólico e traz aromas condimentados, cítricos e florais.

GUIGOU – A APA do Gui

Estilo: American Pale Ale ABV: 4,3% IBU: 35,0

A cerveja feita especialmente para o Gui possui forte presença aromática dos lúpulos Galaxy e Mosaic, usados também no dry hopping, resultando em notas picantes, cítricas e florais. Refrescante e lupulada, têm corpo baixo, 4,3% de teor alcoólico e excelente drinkability.

SUDAN

Estilo: American India Pale Ale ABV: 6,6% IBU: 55,0

O nome dessa cerveja foi dado em homenagem ao rinoceronte-branco-do-norte chamado Sudan, que faleceu no mês de março desse ano com 45 anos. Sudan era o último macho da raça e tinha a importante missão de perpetuar sua espécie. A Sudan é uma American IPA com paladar seco, seu teor alcoólico é de 6,6%, leva em sua receita os lúpulos Columbus, Citra e Mosaic e têm características aromáticas cítricas, condimentadas e florais.

Vic Secret Sour

Estilo: Berliner Weisse ABV: 3,5 IBU: 4,5

Vic Secret Sour é uma cerveja que segue o estilo alemão Berliner Weisse têm fermentação mista feita com leveduras e lactobacilos. Leva 45% de Malte de Trigo e 55% de Malte de Cevada , e tem Dry Hop com os lúpulos australianos Topaz e Vic Secret, que conferem aroma cítrico a esta cerveja. A Vic Secret Sour não é amarga, mas tem o aroma do lúpulo e acidez da Sour.

Sou Feia mas tô na moda #4

Estilo: NEIPA ABV: 7,8 IBU: 40

A Sou feia mas tô na moda #4 leva em sua receita os lúpulos Amarillo, Mosaic and Citra, mais trigo e aveia que deixam a cerveja cremosa e encorpada. Nesta versão, recebeu a adição de Manga na sua composição.

sAPA #4

Estilo: APA ABV: 4,3 IBU: 32

Os costumes e os conceitos que temos hoje nem sempre foram assim, isso todo mundo sabe! No entanto, a importância que os antigos costumes ainda têm no tempo presente, não deixam quase nada para se tornar antiquado. Pensando nisso, decidimos produzir a nossa sAPA # 4 seguindo o conceito da Old School e fizemos uma APA que já se tornou Aclássica, expressa respeito e hoje não encontramos muito por aí, mas continua sendo apreciada por muitos. A sAPA # 4 leva Malte Caramunich na receita e lúpulo cítricos americanos como uma APA deve ter.

Strawberry Storm

Estilo: Sour ABV: 3,5 IBU: 4,9

A Strawberry Storm é uma colaborativa desenvolvida pelas cervejarias Ignorus e Way Beer. Uma Sour (alta acidez, que leva em sua receita o morango, a amora e a lactose, que não é consumida pelas leveduras, equilibrando a acidez da fruta. Nesta cerveja usamos uma grande quantidade de morangos orgânicos, produzidos localmente em uma fazenda na região de São José dos Pinhais. ( 250 Kg de fruta para 1000 litros ).